Frente da 5 Bocas desrespeita o chefão da Parada

Uma suposta acusação teria ocorrido mais uma vez na hierarquia do Complexo de Israel na periferia noroeste do Rio de Janeiro, reduto dominado pelo Terceiro Comando Puro.

Desta vez, um criminoso conhecido como Artilheiro, que seria considerado uma das frentes de 5 Bocas (TCP) em Brás de Pina, teria caído no tribunal de tráfico de sua facção.

frente-da-5-bocas-desrespeita-o-chefao

Segundo as redes sociais, ele teve uma discussão com o chefe da Parada de Lucas, Peixo, e durante uma reunião, ele bateu a cabeça e xingou seu superior no tráfico de drogas. Após o ocorrido, foi condenado à morte, como qualquer outro criminoso que desobedeceu à ordem do patrão.

Além disso, moradores da Cidade Alta e 5 Bocas reclamaram que ele estava sempre drogado e bêbado em seu turno.

Se confirmada, com a morte do traficante Artilheiro, outro homem de alto escalão teria morrido no tribunal do Complexo de Israel, assim como os traficantes Mia e seus seis seguranças, além do ex-braço direito de Peixo, o bandido conhecido como Dino, que também teria morrido na corte de Parada de Lucas e nunca mais foi visto.

  TCP expulsa o Bonde do Urso de uma comunidade em Nova Iguaçu

Deixe um comentário